.

18.3.12

acalmar a calma

O mundo fica mais bonito quando a gente 
carrega coisas boas no peito.
Clarissa Corrêa

Michal Macku

Fosse assim, como na calma que nasce o dia. No sereno da tarde que finda. Da lua que nasce magnificamente. Assim, calmo como uma melodia de um pássaro cantando no alto da colina. Sinto-me assim.

o teatro magico - na varanda

17 comentários:

Claudinha Santos disse...

Mais doce que isso, só se escrevesse mais... Liberta essas palavras, menino. Liiiiiindo tudo isso.
Parabéns!

Bjs
Att

Márcia Azevedo disse...

Lindo! Amei!

Márcia Azevedo disse...

Nesse trecho visualizei o dia, a tarde, a lua e a manhã com pássaro... e senti a calma. Lindo!Amei!

@Francisquices disse...

Claudia, vou liberta-las mais cedo ou mais tarde... Menos espera elas saem. rsr

@Francisquices disse...

Não é bom sentir?

C. disse...

Que sensacao de paz de espirito essa... e melhor nao ha, ne!
Beijocasss

@Francisquices disse...

Não mesmo, senti-se bem consigo mesmo e em paz, na calma. :)

Miriam disse...

Ler algo assim dá até uma leveza na alma!!! Que bom que está bem... Beijos.

@Francisquices disse...

Obrigado, Miriam. Assim mesmo, dá uma certa leveza na alma.

Abraços.

Márcia Azevedo disse...

Sentir é uma experiência sem igual e deliciosa!

Márcia Azevedo disse...

Sentir é uma experiência sem igual e deliciosa!

Dielma/ disse...

A calmaria é assim, simples e mágica, como a tua poesia!
Bjos.

@Francisquices disse...

Sempre devemos exercícitar o sentir. rsr

@Francisquices disse...

Obrigado, Di. Acredito que coisas simples são mágicas. Como a calmaria. :)

Claudinha Santos disse...

Vou esperar bem calmamente por isso.. rsrsrs Mais inspiração pra vc.
bjs
Att

@Francisquices disse...

Pode deixa, isso vem com o tempo e espero ta preparado... \o/

Hilza de Oliveira disse...

Oi, Chico! Vim aqui pelo seu comentário em meu blog, precisava saber quem era o autor de tão dedicada atenção rs.
Que bom que gostou da Anka, espero que ela também lhe sirva de inspiração.
Percebi que temos afinidade musical, adoro OTM e LH. Já ia te indicar Cícero quando vi um trecho perdido numa das postagens aqui.
Nesse seu pequeno período, senti leveza, como se o vento passasse levando alguns fios de cabelo e balançando a roupa. Sensação maravilhosa.
Um beijo, Chico!

Postar um comentário