.

14.12.10

Nos rascunhos do meu e-mail.


É, viver.


É complicado,  espantoso,  maravilhoso. Quem se arrisca a viver não sabe o que espera pela frente... Medo, vitória, fracasso, conquistas. Ingredientes que faz o VIVER bem mais vivo e interessante.

As vezes, a vida pedi tanta pressa, tanta agonia em querer viver. Agonia, porque não existe tempo, não existe complexidade. Ate mesmo na calma. Viver exige arriscar-se. 

Eu sou grato por tudo aquilo que eu tenho vivido ate hoje. Sim, eu sou jovem, tenho um futuro, tenho expectativas, tenho sonhos que vão ser realizados. Mas eu sou grato por tudo aquilo que aconteceu em minha vida, nos últimos anos. 

--
P.S:Esse pequeno texto estava nos rascunhos do meu e-mail pra enviar para a Carla no 
dia 15/11/10, não lembro porque não enviei... Acho que faltou alguma coisa, 
ai parei de escrever e nem enviei... Também não sei qual era o propósito do e-mail.
Mas hoje olhando e resolvi colocar aqui no blog, mas apenas uma parte do e-mail. 
--

''Menino também no tempo ,cativante ,sensível ,misterioso...
Busca  felicidade no  jeito  simples de ser
Cúmplice na  companhia boêmia ,trazendo na garrafa  com água ,mesma pureza  de
Seus olhos  negros  como a noite...
E face  ruborizada pela  ingenuidade"
CarlaMarques

Yann Tiersen 

29.11.10

E o amanhã?


"Só há felicidade quando
não pensamos no amanhã e
abraçamos no, agradecidos,
o que o hoje tem a nos oferecer"


''Acho que a gente tem que vencer. Ou lutar. 
E ficar bem. Feliz. 
Criar. Fazer. Se mexer."
CaioF



j. quest - só hoje ( ao vivo )


9.11.10

Pra você


No messenger...

*A felicidade vem de dentro, Pense nos motivos que você tem hoje pra ser feliz. Viver já é um milagre, sua alegria hoje, seus suspiro. O desespero, infelizmente, nos leva a pensa coisas sombrias e coisas negativas. E quanto mais reclamamos mais problemas aparecem, coisas que acontece na vida, assim acabamos repelindo todos aqueles que nos querem bem, que tentam de alguma forma chegar perto. As pessoas se afastam e passamos a viver em desarmonia e so.

*O segredo esta em pensar positivo.

*Por mais que a realidade seja dura, algum dia isso para, isso deixara você viver, a sua mente pode reverte o caso, você é tão forte que nem sabe o quanto, ta ai ate hoje. com a força criada dentro de você, de nos próprio.

*Pensar positivo trás alegria e entusiasmo.

*Veja isso nas pequenas coisas que acontece no seu dia-a-dia, ou na rua, em algum momento.

*Você tem bastante motivos pra se alegra, e agradecer a vida... Tu so tem uma, essa... Não sabemos o que vai acontecer quanto parti. E porque não ser feliz aqui, no agora.

*ate porque o futuro é daqui a pouco, em alguns instantes que passa... E as coisas mudam a todo momento... Não fica triste, porque quanto esse momento chegar você tem que esta irradiante, feliz, aproveitando o momento. Porque esses momentos podem ser por fases.

*E você tem que ta preparada pra essas fases.

*É, porque você pode ta  triste e amanhã ser outro dia e ta feliz... Mas como você não aproveitou o momento de hoje e espera o manhã pra ai tentar ser feliz, o dia acaba e nada feito.

*Alegre-se em se essa pessoa boa e confiante que eu conheci, porque sei que você é isso, alegre, forte, confiante, de personalidade!

*Novos horizontes vão surgi, e quando menos esperar ela pode na porta... 

*Tive vontade de falar isso pra você.

*Não sei se vai se importa, mas eu sentir vontade de falar.


O Teatro Magico - O Anjo Mais Velho

28.10.10

Eu te amo não diz tudo

Hoje olhando algumas coisas da Martha Medeiros encontrei esse texto, ja havia conhecido em outra ocasião que a Carla havia postado no Blog da Felicidade. E hoje encontro ele de novo... Leiam e reflitam! 






Sentir-se amado 

O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama. 


Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado. 



Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se. 



A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também? 



Pactos. Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois. 



Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. "Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho". 



Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. "Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato." 



Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. 



Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.

Martha Medeiros

21.10.10

Ponto

.




O amor é o céu.
O ponto.
E tu.
O meu ponto e o céu.





NANDO REIS - PRA VOCÊ GUARDEI O AMOR

27.9.10

"amar"

video

de poema de drummond "amar" na voz de paulo autran com cenas cortadas do filme "brilho eterno de uma mente sem lembranças"

14.9.10

De volta!


A música exprime a mais alta filosofia 
numa linguagem 
que a razão não compreende.
Arthur Schopenhauer

Voltei com o meu sax, e toquei no Festival Nordestino de Teatro de Guaramiranga... Mesmo sem ensaio algum, deu tudo certo. Volto nessa semana aos grupos de músicas: outra banda da serra e orquestra cidade da arte.

Vídeo feito pelo Felipe Muniz do blog DIVIRTA_CE , valeu pelo vídeo! Pra quem gosta de arte, cinema, livro, e o que acontece de bom no ceará e no mundo passa lá, vai gostar!

25.8.10

...

"A única magia que existe é estarmos vivos 
e não entendermos nada disso. 
A única magia que existe é a nossa incompreensão."
Caio F.


Na segunda-feira (23/08), subindo a serra pra Guaramiranga, a pós um susto, me veio na cabeça vários pensamentos sem seguir um roteiro ou uma linha do tempo, em questão de segundos, segundos que me fezeram passar por muitas coisas. Pensei no que tinha feito ate ali naquele momento. 

Tive medo de deixar as pessoas que amo.


The Piano - Amazing Short

12.8.10

Sorri

"Parado ali no chão,
eu sentia que dentro de mim
alguma coisa nova estava nascendo"
Caio F


Foto:@blogdochico

"Faz gosto vê ela aposta na vida, ter fé que tudo vai da certo!

De que a vida vale a pena.

Que vale dá essas gargalhadas que só ela sabe."


P.S: Fotografei essa menina faz um tempo, e quando descarreguei as fotos no computador fiquei imaginando pensando que as crianças tem essa dom de nos mostra o tanto que a vida é simples, e complicamos tudo... Pensando ainda porque mudamos tanto? Ser adulto deixar cansado tanto assim que deixamos isso pra lá, como se fosse algo sem importância. 

Aqui dentro, ta se alegrando, ta sorrindo aos poucos...

----

Sorri - Djavan
Sorri quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos vazios

Sorri quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador

Sorri quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados doridos

Sorri vai mentindo a sua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz


Djavan - Sorri
Composição: Charles Chaplin/G.Parson/J. Turner - versão: Braguinha

31.7.10

Tão bela quando sua alma



Nanda Vasconcelos + 1998 - 2010 

Tão bela, meiga, querida!
Nanda, querida filha...
Não tenho explicação do tanto que me fez feliz!
Descansa em paz!

Tão engraçado como essas pessoas que entram na nossa vida, assim do nada, em uma tarde de sábado por exemplo, sem querer nada em troca, mesmo que seja um criança... Criança que me transbordo de sentimentos no final da tarde. Suas mãos finas, seus olhos azuis cristalinos, sorriso na boca estampado, alegria que contagia ate os mais tímidos, os mais rancorosos. 

Lembro da tarde como se fosse hoje. Tarde de sábado, você entra no quarto, me olhando tocar. Tocava flauta doce, tão doce era você me olhando tocar. Sem fazer barulho, senta no chão, cruza os pés, e fica olhando de baixo pra cima. Seu vestido preto de bolinhas brancas, seu sapatinho preto. Ficou ali parada. So observando eu tocar.

Você passou pela casa toda, pensei que fosse filha da visita. Mas não, não era... 

Você depois de um bom tempo resolve falar, pergunta se eu posso ensinar a tocar a música, pego uma das flauta que estava, a flauta doce soprano já que seus dedinhos delicadinhos não conseguiria alcançar tampar os buracos da flauta maior. Você pegava com uma força a flauta, e com vontade de aprender. Começamos, sem pressa, nota por nota... Bravo, já conseguia tocar! Depois as outras notas. Estava aprendendo a música Bambalalão, você com tempo já estava tocando a metade da música, com mais tempo você estava tocando ela toda. Apenas 6 anos você tinha. 

Seus pais, seus familiares estava doidos enquanto estávamos tocando, porque você não havia falado a eles pra onde ia, e você de 6 anos assim sumida, era de se preocupar, ainda mais você que é tão querida.

Ao final da tarde, ja noite, você sai pra mostrar a música que aprendeu a tocar, FELIZ essa era a palavra que cabia, como tantas outras... Mas você estava feliz, e ao chegar perto deles, eles assustados e com medo lhe deram um grande abraço e perguntaram a onde estava, você responde que estava preparando um surpresa. Por isso não estava com eles. Depois de saberem a onde estava, você pedi pra todos vim verem o que aprendeu naquela tarde. Seus pais estava na frente, e lógico que avistaram a flauta em suas mãos e de certo iria tocar algo. Você começa, lindamente calma seus olhos na minha direção como quem quisesse saber se estava indo bem na música, fixou-se e tocou! Seus pais adoraram, eu adorei muito mesmo.

Seus pais perguntaram quem havia ensinado a tocar a música, VOCÊ RESPONDE O MEU MAIS NOVO "PAI", todos inclusive eu ri da situação, eu fico vermelho de vergonha e de tímido que era. Você fala pra todos que eu era seu pai, um pai que acabara de adotar. Esse dia nunca vai sair da minhas lembras querida Nanda. Ate pensei, isso é só porque é criança, depois nem lembra mais. Tantas vezes você simiu em suas férias, e seus pais ja sabiam a onde estava. Ja não era motivo de se preocupar. 7, 8, 9, 10 anos você ainda me chamando de pai. Uma palavra forte garotinha, não sabe o quanto! Nos dois ultimos anos você não veio, eu sabia que estava doente, mas nunca fui visita-la, nunca fui ve-la... Me arrependo de não ter visitado você. De ouvir você falar alegre MEU PAI. 

Nanda, choro pela perda, choro por ter outras perdas, coração Nanda, assim como o seu que parou! E deixou muita gente triste com sua ida... Você vai ta no mais plana paz, vai ser um anjo, e espero que seja minha guia nessas novas fases da vida. Meu choro nunca houve tanta triste junto como agora Nanda.


Com carinho de sempre, de seus pais, e de seu pai por opção, as nossas lembranças.


Descanse em paz!

Bambalalão

22.7.10

.queria te dizer.


Imagem: Fernanda
[ ... Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca se vai
para sempre… ]
Robert Nesta Marley

Sabe, essas coisas infinitas que a gente sente, e que por bobeira ou algo assim deixamos despercebido... Não que seja despercebido, mas algo que tampouco deixamos de perceber, talvez por ta sempre ali presente, sem que deixe perceber essas coisas que precisamos sentir, que é pra mostra pra gente mesmo que o sentimento existe e que ta ali guardado, esperando um momento certo pra abrir e desabrochar. 

Na sua ausência, aconteceu isso. De parar e pensar, PORRA O QUE TO FAZENDO AQUI? 

Desculpe os amigos, os amigos virtuais que estão sempre ali disposto a conversar... Conversas que curto muito, algumas sobre: Livros, teatro, música, cinema e outras coisas simples que ao mesmo tempo tão grandiosas... Que me desculpe, mas é que sem ela, não tem sentido. 

Ontem, estava ouvindo a música Preciso dizer que te amo - Dé, Bebel e Cazuza e estava morrendo de saudades do meu amor, dessas saudades que não tem explicação, que invadi dentro do peito sem que deixe sem nenhuma reação, ou tentativa de conforto. 

É, você me faz falta! 


Cazuza - Eu Preciso Dizer Que Eu Te Amo

21.7.10

Bom dia, amor!

http://www.youtube.com/watch?v=VudS00JZH2c
"É que eu preciso dizer que eu te amo
Te ganhar ou perder sem engano
É eu preciso dizer que eu te amo
Tant
o"
Cazuza

Bom dia, amo!


Hoje, acordei com uma vontade, uma vontade louca de GRITAR que TE AMO aos quatro cantos do mundo... Acordei com uma vontade maior, sabe? Queria poder mostrar como é essa vontade. Mas é quase sempre assim, quando quero mostrar, tem sempre algo fica impedindo. Não quero mostrar, não aqui, na tela, no telefone, entende? Queria, e quero mostrar de um jeito.

Ando muito ocupado, acho que nesses últimos meses mais ainda... Eu penso: "que quando mais se dá mais se pede." Porem não quero que isso seja justificativa. Tantos momentos, outros momentos pra falar, dizer e mostrar que te amo. Que te quero a cada dia, a cada momento. Mesmo nas ocupações, coloco você nessas ocupações, sempre. 

Acho que ando vivendo, deve ser isso. E quero alguém-do-meu-lado-aqui-comigo. 

Você sabe o quando estou vivendo, criei vida depois que ter conhecido você. Não quero deixar o que ficou pra trás esquecido... Vai ficar guardado comigo, em algum lugar que vagarosamente vou esquecer com tempo, mas que em tempos em tempos vou lembrar, porque vai ta em lugar bonito.

Lembro-me de pouco coisas quando era criança. Lembro do mar, da casa na beira-mar. Lembro do meu pai agoniado com a idéia de ser pai pela segunda vez. Lembro de quando cheguei a serra. Foi difícil me adaptar a serra, a outro ambiente. Mas menino é menino, sempre!

Algumas lembranças vão, e eu quero que fiquem guardados.

Acredito que você seja a pessoa que mais me conhece... Umas das coisas que gosto muito, e admiro em você... Esse seu jeito, de ter me conquistado, de ter me deixado à vontade.

O Caio é mágico, ele escreve como se fosse pra gente, outro dia me falaram que quem gosta de Caio ou ler ele é mal amado... E eu pensei que 'besteira!'.

Mas ele, o Caio, escreveu algo, que tanto gosto, assim: "Quem acredita sabe encontrar...” Sempre acreditei no amor, que estava aqui dentro de mim, só esperando alguém. E você veio. 


Observação: É um e-mail que fiz, e por alguma razão não havia enviado logo quando feito, depois com um tempo olhando os meus rascunhos e o encontrei por lá, e resolvi enviar... Melhor tarde do que nunca. 

[e-mail que chegou no tempo certo]

19.7.10

A Menina do Sapato Caramelo "por Maíra Viana"





Para folhear o livro aqui no site, clique no botão "ver em tela cheia" que tem embaixo da janela do livro! . . Plantada na porta da escola, ela era a única criança que ninguém veio buscar! . . A menina do sapato caramelo nos sensibiliza com seu conflito e nos surpreende com interrogativas que vão além de seu próprio dilema: “Será que tudo o que eu escolho me torna quem sou e define o que vai acontecer comigo?”. . A partir desse questionamento, a personagem coloca em perspectiva sua identidade e o mundo que a cerca. Quando as coisas não saem como esperamos, podemos nos enraizar ou considerar outras opções modificadoras da realidade que se insurgem diante de nossos olhos! Sapatos e samambaias irrompem em representações simbólicas para nos contar a história da menina esquecida ali. . Este livro é uma tentativa de diálogo e entendimento do que nos ocorre e nos transforma na primeira infância. . . Autora: Maira Viana (www.mairaviana.com.br) Ilustrador: Ariel Fajtlowicz (www.gloome.net)

*
*
*
*

Esse lindo selo ganhei da querida Dielma do blog ALGUÉM ME OUVIU? Que por sinal indico a todos a passarem por lá, lindos poemas de encher os olhos.

Eis as regras:
1- Colocar a imagem do selo no seu blog.
2- Indicar o link do blog que nos indicou.
3- Indicar  blogs, para receber o selo.
4- Comentar nos Blogs dos indicados sobre este selo.


Então aí vai...









P.S: Adoro vários blogs... E todos merecem esse selo, então quem quiser e tiver afim fique a vontade pra pegar o selo que eu não indiquei.

8.7.10

Na chuva da lembrança


Hoje choveu, estava frio. Lembrei de você. De fevereiro. Das noites que ficava do seu lado olhando na janelinha a chuva e você dormindo. Eu gostava e me sentia forte, porque sempre cobria você e isso me fortificava. Como se eu pudesse protegê-la do frio, entende?  Assim, só de olhar. Depois eu colocava o coberto em você. Queria proteger.

Sabe, o mês de fevereiro foi um dos meses que mais amei em toda minha vida. Queria poder ser mágico. Pra poder parar o tempo, e deixar ele C-O-M-P-A-S-S-A-D-A-M-E-N-T-E pra ficar mais tempo. Queria mesmo era parar o tempo completamente. E V-I-V-E-R o tempo parado com você. Pena né? Não pode!

Às vezes, em uma dessas noites que estava chovendo, depois do filme que começamos assistir. Você nem assistiu. O nome do filme não lembra, mas era de dois homens que ficaram sabendo que já não restavam tanto tempo assim pra eles... E que os dois decidiram viver a vidas deles, fazer o que eles tinham vontade de fazer. De conhecer outros países, outras culturas. E eu estava pensando, se hoje for o meu ultimo dia, eu morro feliz. Depois fiquei pensando, porque pensar que posso morrer hoje em vez de viver. Deitei pertinho de você, abracei e falei baixinho E-U-T-E-A-M-O.  

Sabe, foram os melhores dias da minha vida.


Não sou pra todos. Gosto muito do meu mundinho. Ele é cheio de surpresas, palavras soltas e cores misturadas. Às vezes têm um céu azul, outras tempestades. Lá dentro cabem sonhos de todos os tamanhos. Mas não cabe muita gente. Todas as pessoas que estão dentro dele não estão por acaso. São necessárias.

Caio F.

1.6.10

Amanhã fico triste... amanhã!


É tão legal ta alegre, de boa com a vida!

23.5.10

21 anos

21 anos!



Logo escrevo. Apago. Diferente do outro ano, tentei escrever. Depois coloco.



Parabéns, a mim!

8.4.10

Assunto: Crônica de Luiz Fernando Veríssimo sobre o BBB


Recebi esse texto da amiga Angélica pelo e-mail, e resolvi posta aqui... Espero que gostem.


PARA MEDITAR UM POUCO...



"A Vergonha” - crônica de Luiz Fernando Veríssimo sobre o BBB 
Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos.. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE.

Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido”. Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.


Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os “animais” do “zoológico”: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).
Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.
Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?
Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados...
Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.
Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.
Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).
Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.
O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!
Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.
Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?
(Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores!)
Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.
Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construída nossa sociedade.